WRB Notícias

Geral

Apenas 1% das vagas de emprego no país são ocupadas por deficientes

Empresas com mais de 100 funcionários devem destinar de 2% a 5% o número de vagas para deficientes

Segundo dados do Ministério do Trabalho, subiu para 441 mil o número de pessoas com algum tipo de deficiência inseridas no mercado de trabalho. Isso representa 1% no percentual dos empregos formais registrados no Brasil. Comparado a 2016, são mais 23 mil postos de trabalho para deficientes, totalizando crescimento de 5,5%. De acordo com a constituição, empresas com mais de 100 funcionários devem destinar de 2% a 5% das vagas para deficientes. 

O destaque vai para os deficientes visuais, que representam 16% dos profissionais com deficiência dentro do mercado de trabalho formal, somando 8,7 mil vagas ocupadas. Oportunidades essas que são divulgadas nas agências de emprego. “Temos aqui na agência, em média, 20 vagas (para deficientes) por dia. São algumas empresas que buscam cumprir a lei e uma das alternativas é anunciar aqui na agência de emprego”, informa o gerente de empregabilidade do Recife, Matheus Galindo.

Mesmo com o crescimento nas oportunidades, o trabalhador deve buscar se qualificar. Isso pode ser obtido a partir do programa Qualifica Recife. “A gente recomenda que todo mundo busque se qualificar e busque programas como o Qualifica Recife, da prefeitura. As empresas também têm que buscar se adaptar na recepção dos deficientes quando estão no mercado de trabalho”, completa Matheus Galindo.

Página:

http://wrbnoticias.com//noticia/geral/2018/10/25/apenas-1-das-vagas-de-emprego-no-pais-sao-ocupadas-por-deficientes/724.html