WRB Noticias

Geral

Após denúncias de lotação de mau cheiro, IML inicia sepultamento de indigentes

Atualmente, o instituto tem aproximadamente 30 corpos de indigentes. Diretor espera ter ambiente salubre para funcionários e também para a comunidade.

Instituto Médico Legal (IML), em Teresina, iniciou nessa sexta-feira (4) o processo de sepultamento de corpos indigentes, que se encontravam nas geladeiras. A lotação nas câmeras frias e transtornos provocados pelo mau cheirodo local já foram motivos de várias denúncias feitas pelos funcionários e moradores da região.

Segundo o diretor do IML, André Biondi, atualmente o instituto tem aproximadamente 30 corpos de indigentes, sendo que oito deles foram enterrados nessa sexta-feira e a previsão de mais 10 sejam sepultados na próxima semana.

A ação foi realizada pelo Departamento de Polícia Técnico-Científico, em ação integrada com o Ministério Público Estadual, Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) e Superintendência De Desenvolvimento Urbano (SDU).

"Elaboramos um fluxograma para a saída permanente dos corpos de indigentes, com o objetivo de possibilitar a limpeza e manutenção do setor. O resultado pode ser visto já nessa primeira fase, com um ambiente salubre para funcionários e também para a comunidade", declarou André Biondi.

 
Corpos estavam sendo conservados nas geladeiras do IML em Teresina (Foto: Reprodução/TV Clube)Corpos estavam sendo conservados nas geladeiras do IML em Teresina (Foto: Reprodução/TV Clube)

Corpos estavam sendo conservados nas geladeiras do IML em Teresina (Foto: Reprodução/TV Clube)

O acúmulo de cadáveres se devia a um impasse a respeito dos corpos de indigentes e que agrava a situação. A Secretaria de Segurança alegou que os corpos permaneciam no local por falta de caixões e que essa seria uma responsabilidade da prefeitura. Já a Secretaria de Assistência Social do Município diz que o problema se dá porque o IML recebe cadáveres de todo o estado.

Página:

http://wrbnoticias.com//noticia/geral/2018/05/05/apos-denuncias-de-lotacao-de-mau-cheiro-iml-inicia-sepultamento-de-indigentes/322.html