Plantão
Educação

Preparatório gratuito para o Enem 2018 vai ofertar mais de 600 vagas em Macapá

Publicado dia 04/05/2018 às 03h28min
Inscrições podem ser realizadas a partir da segunda-feira (7), pela internet. Seed vai disponibilizar endereço eletrônico. Vagas são preferencialmente para estudantes da rede pública de ensino.

Uma aula inaugural realizada nesta quinta-feira (3) no Teatro das Bacabeiras, em Macapá, deu a largada para mais um ano do projeto que oferece aulas gratuitas preparatórias para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018. Serão ofertadas mais de 600 vagas e as aulas acontecerão a cada 15 dias, em quatro polos. As inscrições serão abertas na segunda-feira (7).

A iniciativa é da Secretaria de Estado da Educação (Seed), que organiza o preparatório pelo terceiro ano consecutivo. Na aula inaugural, as poltronas do Bacabeiras foram todas ocupadas. Mais de 700 estudantes participaram, segundo a coordenação.

Gerente do Núcleo de Ensino Médio, Sara Ribeiro explicou que as aulas e os aulões vão acontecer até as vésperas das provas. As vagas são preferencialmente para alunos do ensino médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) das escolas públicas estaduais, mas também estão abertas a quem se interessar.

A gestora diz que as inscrições serão abertas via on-line. O endereço eletrônico deve ser disponibilizado pelos próximos dias e o acesso será liberado para as inscrições a parir da segunda-feira (7).

As aulas iniciam no dia 12, sempre aos sábados, e serão ministradas em quatro polos: Centro de Educação Profissional do Amapá (Cepa), Centro de Mobilização Social Projeto Minha Gente, Centro Cultural Franco Amapaense, e na escola Gabriel de Almeida Café. O curso preparatório também ocorrerá nos municípios de Santana e Mazagão.

 
Luíza Melo, de 18 anos, está focada para concorrer ao curso de medicina (Foto: Rita Torrinha/G1)Luíza Melo, de 18 anos, está focada para concorrer ao curso de medicina (Foto: Rita Torrinha/G1)

Luíza Melo, de 18 anos, está focada para concorrer ao curso de medicina (Foto: Rita Torrinha/G1)

A estudante Luíza Melo, de 18 anos, participou da aula inaugural e diz estar preparada para os próximos encontros. A jovem pretende concorrer a um dos cursos mais concorridos dos vestibulares, medicina.

“Já fiz algumas provas e não me sai bem. Agora, estou fazendo mais outro curso preparatório e este. Estou focando bastante nas disciplinas que tenho mais dificuldades, que são da área de exatas. Estou estudando das 7h30 até às 13h15 e de tarde das 15h às 18h”, falou.

Um total de 20 professores integram o projeto. Eles são de todas as áreas de conhecimento exigidas pelo Enem. As provas neste ano serão aplicadas em dois domingos seguidos, nos dias 4 e 11 de novembro. No primeiro dia de provas serão testados os conhecimentos de ciências humanas, linguagens e redação. No segundo dia de exame haverá as provas de ciências da natureza e matemática.

Fonte: WRB NOTICIAS