Plantão
Esporte

Estádio Olímpico Lujniki

Publicado dia 05/06/2018 às 18h32min
Estádio Olímpico Lujniki

Este não é apenas mais um estádio da próxima Copa do Mundo. Principal palco da Olimpíada de 1980, sua história está repleta de memórias além do futebol. No cenário à sua volta, por baixo da recente cobertura e atrás das novas pilastras se revela a funcionalidade da arquitetura soviética, marcada por uma estética imponente que pode até contrastar com as novas tecnologias da arena, mas que continua sendo sinônimo da força e grandeza do antigo império.

Estádio Olímpico Lujniki

O calmo trecho sinuoso às margens do Rio Moscou teve rompantes históricos fora da curva e com sentimentos extremos. Foi ali que Cristiano Ronaldo levantou sua primeira taça da Liga dos Campeões, em 2008, pelo Manchester United. Foi ali que o mundo se emocionou ao ver um mosaico humano fazer o mascote Misha chorar no encerramento da Olimpíada de 1980, mas também foi o palco de uma das maiores tragédias do futebol, quando dezenas de pessoas foram pisoteadas num jogo entre Haarlem e Spartak, pela Copa da Uefa de 1982. Este é o Lujniki, um templo do esporte.

Onde fica

Moscou, RússiaEuropa

Localização do Estádio Olímpico Lujniki no mapa

A palavra russa Lujniki (Лужники) é referente a um local que alaga na época das cheias. Por isso, para a construção do estádio foi necessário usar 3,000,000m³ de terra para elevar o terreno em meio metro.

O Estádio antigo

Inaugurado em 31 de julho de 1956, o Estádio Central Lênin levou 450 dias para ficar pronto e ganhou este nome em homenagem ao revolucionário comunista. Em 1992, com o fim da União Soviética, passou a ser chamado de Lujniki, que é também o nome do complexo esportivo onde fica.

Arraste para o lado
Antigo estádio olímpico de LujnikiNovo estádio olímpico de LujnikiLegendas apresentando estrutura do estádioLegendas apresentando estrutura do estádio

Compare com o novo

Fachada original

Apesar de preservada até hoje, foram colocadas 72 colunas de aço com 26 metros de altura à sua frente para suportar as 15 mil toneladas da maior cobertura do mundo na época em que foi instalada (1995-1997).

Arraste para o lado
Fachada do antigo estádio Olímpico LujnikiFachada do novo estádio Olímpico Lujniki

Compare com o novo

Moscou 1980

Com capacidade para 103,000 pessoas na época, o Lujniki foi o principal estádio da Olimpíada de 1980 e recebeu provas de atletismo, hipismo e as finais do futebol, além das cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos. E foi justamente nestes momentos que o estádio ganhou o coração de espectadores do mundo inteiro com espetáculos emocionantes.

O ursinho Misha

Não foi preciso alta tecnologia. Um mosaico com 4,500 pessoas formava imagens impressionantes numa parte da arquibancada. A mais marcante foi ao final da cerimônia de encerramento, quando uma lágrima caiu do olho esquerdo do carismático mascote.

Imagem do ursinho Misha no estádio
 
 

Novo estádio

Se nos anos 1980 tudo parecia artesanal, agora os russos prometem usar a tecnologia para emocionar o mundo. Em vez do mosaico, foram instalados painéis de LED na nova cobertura, que foi aumentada em 11,5m para proteger todos os os 81 mil espectadores. A modernização para a Copa precisou de quatro anos para ser concluída e teve um custo equivalente a 1,7 bilhão de reais, segundo dados oficiais. Um valor mais alto que o da reforma do Estádio Mané Garrincha, em Brasília, o mais caro da Copa 2014.

Visão 360º

Explore a maquete interativa e conheça o Estádio Olímpico Lujniki.

VISÃO EXTERNA

Imagem em 360 graus do estádio
Legenda das estruturas da imagem em 360 graus do estádio

Clique e arraste

VISÃO INTERNA

Clique e arraste

 
 
 

A pista de atletismo foi retirada para a modernização das arquibancadas do estádio, que ficaram com uma angulação maior e mais próximas do campo. O Lujniki agora tem 3,000 lugares a mais que a configuração anterior, que ainda tinha 10% de seus assentos em pontos cegos. Agora, todos os 81,000 espectadores terão visão completa do gramado.

Visão interna do estádio olímpico de Lujniki com legendas
Nova coberturaCobertura instalada
na reforma de 1995-97
Telão de 17x10m
com 13,5 toneladas
A cobertura teve que ganhar um aumento de 11,5m para proteger todos os assentos que, com a reforma, ficaram mais próximos do campo.Essa mudança diminuiu a ventilação e a entrada da luz do sol no estádio. Por isso (e por conta do rigoroso inverno) foi preciso usar um gramado híbrido.
 
 

Gramado híbrido

Apesar de já ter sido usado em alguns estádios nas duas últimas Copas, será a primeira vez que uma final será disputada neste tipo de gramado moderno que mistura grama natural com sintética. Tudo para dar maior resistência e durabilidade perante o clima russo, além de oferecer mais performance e segurança aos jogadores.

Imagem da diferença entre a grama natural e sintéticaLegendas da diferença entre a grama natural e sintéticaLegendas da diferença entre a grama natural e sintética
Imagem em camadas da estrutura do gramadoLegendas da imagem em camadas da estrutura do gramado123456
  1. 1 - Gramado híbrido
  2. 2 - Linhas de amarração da grama sintética
  3. 3 - Camada de terra
  4. 4 - Camada de pedras para drenagem
  5. 5 - Sistema de aquecimento
  6. 6 - Sistema de drenagem

Arquibancada

Na reforma para a Copa 2018, a arquibancada, que antes tinha o formato arena, foi dividida em dois andares e um mezanino. A área que fica por trás delas quase dobrou de tamanho e tem agora 166,000 m². Além de lojas, áreas VIP e um espaço de convivência, esse setor tem um deck de observação para a bela parte externa do estádio.

Corte da arquibancada para visualização de sua arquitetura internaLegenda do corte da arquibancada para visualização de sua arquitetura interna1234
 

Cobertura de LED

O material da cobertura foi substituído por placas mais resistentes, feitas de policarbonato semitransparente e cobertas com milhares de luzes LED, que darão um show à parte nas imagens das transmissões.

Números do Estádio

O Lujniki não é o maior em tamanho e nem o mais caro estádio da Copa 2018, mas tem quase o dobro da capacidade da maioria das outras arenas da competição.

  • Custo da última reforma

    R$1,7 bilhão

  • Capacidade de espectadores

    81.000 pessoas

  • Iluminação do campo

    348 holofotes

  • Área total construída

    221.000 m²

  • Concreto usado

    120.000 m³

  • Vigas e treliças

    1.110 toneladas

Jogos da Copa

O Lujniki e a Arena São Petersburgo são os estádios que mais receberão jogos da Copa. O primeiro, no entanto, vai sediar a abertura e a final da competição.

HORÁRIOS DE BRASÍLIA
  • 14 DE JUNHO, 12H ( GRUPO A )

    Rússia

    Bandeira da Russia

    X

    Bandeira da Arabia Saudita

    Arábia Saudita

  • 17 DE JUNHO, 12H ( GRUPO F )

    Alemanha

    Bandeira da Alemanha

    X

    Bandeira da Mexico

    México

  • 20 DE JUNHO, 09H ( GRUPO B )

    Portugal

    Bandeira da Portugal

    X

    Bandeira da Marrocos

    Marrocos

  • 26 DE JUNHO, 11H ( GRUPO C )

    Dinamarca

    Bandeira da dinamarca

    X

    Bandeira da franca

    França

  • 1 DE JULHO, 11H ( OITAVAS-DE-FINAL )

    B1

    X

    A2

  • 11 DE JULHO, 15H ( SEMI-FINAIS )

    Vencedor do jogo 59

    X

    Vencedor do jogo 60

  • 15 DE JULHO, 12H ( FINAL )

    Vencedor do jogo 61

    X

    Vencedor do jogo 62

CRÉDITOS

Apuração:Fábio PennaArte e Design:Mário LeiteAlexandre Lage Fonte: WRB NOTICIAS