Plantão
Geral

Brasileira morta na Austrália: polícia quer interrogar ex-namorado

Publicado dia 03/05/2018 às 22h03min
Autoridades australianas acreditam que o ex de Cecília Haddad, Mario Santoro, tenha voltado ao Brasil nos últimos dias

O ex-namorado brasileiro de Cecília Haddad, encontrada morta na Austrália no domingo (29), está sendo procurado pela polícia para prestar depoimento sobre ocorrido. As informações são do jornal Sydney Morning Herald.

As autoridades policiais desconfiam que ele tenha voltado para o Brasil nos últimos dias e polícias sul-americanas estão tentando rastrear Mario Marcelo Santoro.

Os investigadores australianos querem falar com o maior número de pessoas próximas à vítima possível, incluindo o ex-namorado Mario, que viajou com Cecília para a Austrália.

Depois de acreditarem que a brasileira teria se afogado acidentalmente, sua morte passou a ser tratada como 'suspeita' pela polícia local.

Separação recente

Mario e Cecília estudaram na mesma faculdade no Brasil e se separaram há alguns meses.

Ambos se mudaram para a Austrália em 2007 e trabalharam em cargos de apoio à comunidade na Hireup, prestadora de serviços para deficientes, desde 2017.

 

Mãe de Cecília: 'prendam o monstro'

Milu Muller, mãe da vítima, deu uma entrevista para o jornal Herald e afirmou "não saber se sobreviverá a tragédia" de morte de sua filha. Ao descrever Cecília, Milu usou palavras como "talentosa" e "garota inteligente de coração puro".

Milu agradeceu ao apoio e pediu que prendam o "monstro" que matou sua filha. "Acho que ela era boa demais para este mundo".

Felipe Torres, ex-marido de Cecília, voou para a Austrália para reconhecer o corpo.

O corpo da brasileira foi encontrado no rio Lane Cover, em Sydney, 24 horas após os amigos da brasileira terem relatado seu desaparecimento às autoridades.

Fonte: WRB NOTICIAS