Plantão
Saúde

Argentina confirma 2 casos de febre amarela importados do Brasil

Publicado dia 24/02/2018 às 15h42min
Mulher de 45 anos e jovem de 28 anos, ambos de Buenos Aires, contraíram doença em Ilha Grande, no Rio de Janeiro, em viagens separadas. Autoridades argentinas não descartam surgimento de novos casos.

Uma mulher de 45 anos e um jovem de 28 anos, ambos moradores de Buenos Aires, são os primeiros portadores confirmados de febre amarela na Argentina. Os dois contraíram a doença no Brasil, na cidade de Ilha Grande, no Rio de Janeiro.

A mulher, que esteve no Brasil entre 29 de janeiro e 10 de fevereiro, teve seu diagnóstico confirmado nesta sexta-feira (23), segundo o Ministério da Saúde argentino.

No dia 19 deste mês o Ministério tinha anunciado que a mesma doença fora confirmada no caso do jovem, que esteve em Ilha Grande no começo de fevereiro. No dia 12 ele passou a sentir dor de cabeça e dores musculares generalizadas e teve febre alta.

Ao voltar a Buenos Aires, no dia 15, foi submetido a um teste de dengue. Com o resultado negativo, o rapaz foi internado e outros exames foram realizados, até que se chegou ao diagnóstico de febre amarela.

As identidades dos dois pacientes não foram divulgadas, mas o Ministério informou que nenhum deles havia tomado a vacina contra a doença antes de embarcar para o Brasil.

As autoridades argentinas não descartam o surgimento de novos casos importados do país vizinho.

 
Devo me vacinar agora? (Foto: Infografia: Roberta Jaworski/G1)Devo me vacinar agora? (Foto: Infografia: Roberta Jaworski/G1)

Devo me vacinar agora? (Foto: Infografia: Roberta Jaworski/G1)

 
Entenda como ocorre a infecção e quais são os sintomas da febre amarela (Foto: Alexandre Mauro/Editoria de Arte G1)Entenda como ocorre a infecção e quais são os sintomas da febre amarela (Foto: Alexandre Mauro/Editoria de Arte G1)

Entenda como ocorre a infecção e quais são os sintomas da febre amarela (Foto: Alexandre Mauro/Editoria de Arte G1)

Fonte: WRB NOTICIAS